domingo, 18 de abril de 2010

Núcleo setorial: cultura



Armando Nogueira escreveu: "O Botafogo e Eu ..."


"Amar um clube é muito mais que amar uma mulher. Ao longo da vida, troquei de namorada, sei lá, mil vezes. E outras mil fui trocado por elas, mas a recíproca não está em jogo, agora. Jamais trocaria o Botafogo, nem por outro clube, nem por nada, neste mundo. (...)
O futebol é assim: desperta na pessoa um sentimento virtuoso que transcende a amizade, que vai além do amor e culmina no santo desvario da paixão. Tem de tudo um pouco, porém, é mais que tudo. Torcer por uma camisa é plena entrega. É mais que ser mãe, porque não desdobra fibra por fibra o coração. Destroça-o de uma vez no desespero de uma derrota. Em compensação, remoça-o no delírio de uma vitória. (...)
O torcedor do Botafogo tem um coração repleto de memoráveis cintilações: convivem, na mesma estrela, dribles insondáveis de Garrincha, passes impressentidos de Didi, antevisões de Nilton Santos, cismas de Carlito Rocha e gols, muitos gols, de Heleno de Freitas, cada um mais épico que o outro.
O Botafogo sou eu mesmo, sim senhor! "

4 comentários:

Gervásio Neto disse...

Espetacular Armando Nogueira!!!!!
Como é bom gritar 'É CAMPEÃO!!!!!!"
saudações alvinegras

FÁBIO SIQUEIRA disse...

Ó futebol...
Só mesmo a passionalidade que envolve o esporte bretão explica uma citação dessas, quase declaração de amor ao botafogo partindo de um... vascaíno!!!

Mais passional que isso só o devaneio do presidente do clube da estrela solitária:
"– Quero a libertadores. Vamos atrás desse sonho agora. Vamos comemorar este titulo, curtir bastante o momento. Com esse time eu vou até a lua."

Só se for ao "mundo da lua"!
Alcançar as primeiras posições do brasileirão exige muito mais regularidade do que vencer o estadual, onde bastam quatro vitórias nos clássicos finais - que o botafogo conquistou com inegável mérito, vencendo o Flamengo, duas vezes, vasco e fluminense.
Com todo respeito ao trabalho e à estrela de Joel, o campeão carioca ano passado lutou pra não cair com um time melhor que esse. Uma coisa é armar bem um time com o objetivo de ganhar duas partidas decisivas, outra é manter o ritmo durante 38 rodadas contra as melhores equipes nacionais...
A melhor chance de Libertadores o botafogo desperdiçou eliminado pelo Santa Cruz, que, a despeito de suas tradições, está na série D!
Só a emoção do momento pra justificar o otimismo do Sr. Assunção.
De qualquer forma, parabéns à cachorrada, ops, digo, à torcida do botafogo.

Gustavo Carvalho disse...

Antes de mais nada, parabéns ao Botafogo! Caro Fabito, além da "passionalidade" laços históricos ligam as torcidas do Vasco e do Botafogo, por exemplo: já presenciou no Maraca duas torcidas tracarem bandeiras e conviverem num clima literalmente "família"? O que falar de um cara que torce para um time que facções se matam??? Aliás, um sintoma canhestro de "passionalidade" é a sua atitude deselegante de se referir a torcida do Botafogo como "cachorrada"! Esse epíteto inclui vossos pai e irmão???
Saudações alvi-negras!!!

Mônica Athayde disse...

Meninos, nem sou tão ligada em futebol assim, mas, como boa alvi-negra, não posso deixar passar...dá-lhe fogão!!!!É campeão!!!!

Saudações alvi-negras!!!