terça-feira, 5 de outubro de 2010

Voto e respeito

Voto não se exige, respeito não se pede! Deve-se convencer o outro tanto da pertinência de sua opção política como ser merecedor do respeito alheio. Mas diferença fundamental é: voto é contingente, se perde ou se ganha; mas o respeito pessoal e caráter são absolutos e definitivos: ou você possui ou irá vagar pela existência achando que o mundo lhe deve! E nesse caso o efeito é sempre inversamente proporcional ao esforço: quanto mais se exige menos se consegue. Além do mais, respeito é um vínculo de reciprocidade que se cultiva na sutileza da dignidade humana. Quem não possui não conhece e quem não tem não pode dar. Quem não trata os outros como pessoas, respeitando seus limites, só pode ser um ANIMAL! E o mais ridículo é que esse tipo de animal sempre se vê como um sagaz predador, mas trata-se somente de simplório e odioso carniceiro que alveja os mais fracos e vive de carniça. Têm a nobreza dos urubus e a inteligência estratégica das hienas.

Na Democracia, a regra é o consenso e o sucesso é sempre provisório (sendo a alternância de poder um dos parâmetros da vitalidade democrática!). De acordo com essa complexa lógica de interação social, defida por Brecht como "a arte de pensar com a cabeça dos outros", o sucesso político transcende a mera vitória eleitoral (esse é o caso da vitória de Marina no 1º turno!). Aqueles que pensam diferente e cultivam a crença num hegemonismo "para sempre" são os piores inimigos da convivência democrática e nunca terão vez. Por isso, quem pensa ser o portador de uma verdade política dogmática e crê que na defesa da candidatura Dilma tem o direito de coagir/pressionar eleitores de Marina não possui outro diagnóstico: é um consumado IDIOTA!

Comporta-se como as crianças que perdem no jogo e avacalham a brincadeira dos outros. Nos limites "perverso-polimórficos" da vida infantil esse comportamento será punido pela exclusão do espaço lúdico: quem não sabe brincar, aceitar as regras e partilhar nos brinquedos, fica de fora! Agora, quando essa patologia anti-democrática e proto-fascista se manisfesta na vida adulta, merece desprezo, ojeriza e repúdio completos.

Portanto, Douglas além de ter sido banido desse Núcleo e desse Blog por razões políticas, você não é merecedor de partilhar nossa amizade muito menos de conviver com nossas famílias.
Até nunca mais!

4 comentários:

Vitor Menezes disse...

Rapaz, chegou-se a esse ponto! Não sabia que a coisa era feia assim. Abs.

Anônimo disse...

Parabéns. É por estes e outros que o nosso PT perde para ele mesmo.

Neto disse...

Gustavo,

estou chateado demais com isso tudo. Perdi até a vontade de continuar com o blog. Não lhe conheço pessoalmente, mas tudo que escuto a seu respeito é altamente positivo. Além de postagens lúcidas e que contribuem de forma efetiva para qualquer debate. Fora o fato de ter uma mãe maravilhosa e super querida e respeitada por onde passa.

Fica meu abraço.

Amanda disse...

Ao anônimo das 17:29... é por isso que o PT cresce e se fortalece cada vez mais, porque vai detectando e cortando as ervas daninhas.